Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social YouTube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
08
08 JAN 2015
TURISMO
Festa do Rosário teve homenagem ao povo afrodescendente
enviar para um amigo
receba notícias

Celebrada no dia 1º de janeiro, a Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos abriu o calendário dos eventos culturais fazendo uma justa e grande homenagem às raízes africanas que deram origem à manifestação. A tradição, trazida pelos escravos e recebida pela Igreja Católica, é mantida como uma forma de gratidão aos antepassados e respeito à cultura religiosa de Minas Gerais.

Neste ano, conduzida pelos irmãos Reimont Otoni e Rejane Ottoni, rei e rainha da festa, a Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos foi realizado sobre um tripé de interesses do reinado: a devoção à Nossa Senhora, a valorização às raízes africanas e o envolvimento do povo. “Assumimos a coroa com o entendimento de que é o povo quem faz a festa”, declarou Reimont. Um povo marcado pela cor negra. Segundo ele, o cortejo teve 90% de pessoas afrodescendentes.

A festa teve a marcante participação da guarda de Moçambique e foi embalada por grupos de tambor de crioula do Rio de Janeiro e pela Marujada de Conceição do Mato Dentro, sendo a Marujada “quem dá o tom da festa, porque o grupo não só anima o cortejo com suas músicas, mas é quem assume os rituais da entrega da coroa até a retirada do mastro”, disse Rejane. Ao lado de seu irmão, ela assumiu o compromisso de trabalhar pela valorização do grupo que é uma das principais manifestações culturais conceicionenses.

Além de lutar pelo fortalecimento da Marujada, eles planejam resgatar o “catopê”, dança de congado que era praticada em Conceição, mas que acabou desaparecendo por falta de incentivos. Para os reis 2015, valorizar os personagens da cultura local é entender que eles são os guardas do maior patrimônio que um povo pode ter: sua raiz.

Saiba mais sobre a Festa do Rosário dos Pretos clicando .

Fonte: Assessoria de Comunicação
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia