Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social YouTube
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
19
19 FEV 2021
CULTURA
PERSONALIDADE DE CONCEIÇÃO: GUARDIÃ DO NOSSO PATRIMÔNIO, DONA LÉLIA E A FAMOSA RECEITA DO PASTEL DE ANGU!

CMD, SEXTA-FEIRA 19.02.2021 – Como dizia Guimarães Rosa: “Minas são muitas”. Muitas em cenários, histórias, belezas, saberes… e por que não sabores? A culinária mineira é tão rica e famosa que muitos municípios inclusive adotam um prato típico para propagar ainda mais essa cultura de conquistar também pelo paladar. Sem ofensas aos Itabiritenses, pois sabemos que o pastel de angu é patrimônio imaterial há dez anos em Itabirito, mas temos como comprovar que a receita, com variações, também está no Coração de Minas Gerais há pelo menos 150 anos. O pastel de angu conceicionense é sequinho, bem recheado e crocante! Devemos essa preciosidade à saudosa dona Mirtila Generoso Lima, anfitriã da receita no município.

No entanto, a continuidade da primeira receita se deu com Lélia Maria Generoso Evangelista, ou apenas dona Lélia, ou até mesmo tia ou vovó Lélia como é carinhosamente chamada. Hoje, o seu capricho no preparo e dedicação ao preservar a história por meio do pastel de angu, que apesar de não ser registrado, é um dos nossos patrimônios, serão exaltados no quadro “Personalidade de Conceição”.

Lélia Maria Generoso Evangelista, nasceu no dia 02 de agosto de 1943, no Largo do Rosário, um dos bairros mais tradicionais de Conceição do Mato Dentro. É a segunda dos 18 filhos dos saudosos Sr. Raimundo Malaquias e Srª Mirtila Generoso Lima. “Meu pai faleceu com 42 anos, deixando minha mãe viúva aos 38 anos. Mesmo com as dificuldades, além dos 10 filhos biológicos ela criou mais oito adotivos vendendo pastel de angu no Mercado. Nos ensinou a costurar, bordar, a cozinhar e as receitas do pastel de angu, fubá suado, cuscuz, biscoito de batata doce e biscoito de torresmo”, relembra acrescentando que todos os filhos estudaram e fizeram curso superior.

A famosa receita do pastel de angu entrou na família ainda na infância da Srª Mirtila. “Minha avó faleceu quando minha mãe era criança e a escrava que trabalhava na fazenda da família a entregou para um padrinho e foi morar com eles. Essa senhora era muito inteligente e a ensinou como fazer o pastel de angu”, valorizou dona Lélia. “É a mesma receita que eu faço até hoje”.

Apesar de crescer como uma típica moça do interior de Minas, costurando, bordando, engomando panos de prato e, principalmente, amassando os pastéis de angu, dona Lélia foi para a capital e formou-se em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1965. “Na mesma época que me formei, estavam inaugurando o Estádio de Futebol Mineirão e eu trabalhei lá, fui recepcionista”, contou a educadora física que também lecionou em várias escolas de Conceição do Mato Dentro, período em quem ganhou o apelido de tia Lélia.

De volta a Conceição, a jovem Lélia, no entanto, conquistou o saudoso professor Antônio Magno Ferreira Evangelista, com quem se casou no dia 4 de dezembro de 1971. “Nós tivemos três filhos e adotamos nove. Tenho muito orgulho da família que constituímos, todos os nossos filhos são independentes e estudaram”, contou dona Lélia, que também tem 24 netos pelos quais é completamente apaixonada.

Emocionada, ela lembra de seu marido, seu grande amor, com carinho e muita saudade. “Era um homem inteligentíssimo, foi professor de francês, geografia e biologia, deu aula no Ginásio São Francisco, no Colégio São Joaquim e na Escola Professor João Lima. Infelizmente ele nos deixou há cinco anos”, relatou a viúva com a voz embargada.

Desde que perdeu o marido, dona Lélia nos revelou que optou por usar roupas pretas com mais frequência. “Minha mãe usava somente roupa preta e uma vez a questionei o por que e ela me explicou que era pelo meu pai. Hoje eu a entendo”, contou a conceicionense de coração nobre.

Quem pensa que dona Lélia é uma senhora triste está muito enganado. Ela se ocupa com várias atividades e ainda segue vendendo os tradicionais pastéis de angu na cidade. Bateu aquela vontade de comer? Basta ir ao casarão onde mora, na rua Raul Soares, número 75, no centro. “Não vou deixar de fazer, é o que me mantém ativa e eu adoro. Entrego os pastéis congelados, são 10 unidades na bandeja por R$ 40. São grandes e bem recheados”, anunciou a famosa quitandeira.

Sobre a polêmica envolvendo os pastéis de angu de Conceição e de Itabirito, dona Lélia prefere não entrar no mérito, mas defende que o conceicionense é diferente, “acho o nosso é bem sequinho, crocante e fininho. E faço apenas com dois recheios: queijo e carne”, enfatizou com simplicidade.

Dona Lélia não tem reservas quanto à receita de família e a compartilha. “Só uso fubá de moinho d’água. Bato tudo no liquidificador, cebola de cabeça, cebola de folha, salsinha, pimenta e louro. Coloco sal com alho na panela, vou virando aos poucos a mistura e mexendo com colher de pau para não encaroçar e tampo. Deixo cozinhar mais ou menos uma hora, viro o restante do fubá e amasso o angu que fica bem duro. Faço tudo a mão, num fogão industrial. Sovo e abro um a um”, enfatizou relembrando que faz apenas de queijo e carne “os originais”.

Além da paixão pelo preparo do pastel de angu, dona Lélia continua cuidando dos afazeres da casa e se ocupando com o artesanato. “Bordo muito e aos 77 anos de idade ainda não preciso de usar óculos, capino minha horta toda e cuido das hortaliças. Também lavo, cozinho, faço minhas quitandas, tudo com muito gosto e muito amor”, finalizou a quitandeira de grande fama em Conceição.

Merecidamente, dona Lélia já foi destaque na mídia tendo sua famosa receita do Pastel de Angu divulgada em veículos como o jornal Estado de Minas e o Programa culinário “Mais Você”, da apresentadora Ana Maria Braga, exibido na Rede Globo.

Basta essa senhora, rica em sabedoria e na arte culinária, colocar as mãos na massa para o aroma do seu pastel exalar pelos quatro cantos de Conceição e encantar a todos.

Essa é uma singela homenagem da Prefeitura de Conceição do Mato Dentro à dona Lélia, a rainha do pastel de angu conceicionense!

PREFEITURA DE CMD
JUNTOS POR UM NOVO TEMPO

Fonte: Assessoria de Comunicação
Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia